Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Vista de Pequim

(afp_tickers)

Um tribunal de Pequim confirmou nesta sexta-feira as penas de prisão para dois ativistas anticorrupção do Movimento dos Cidadãos, o que consolida uma ofensiva contra o grupo de defesa dos direitos civis, anunciou o advogado do movimento.

Os juízes confirmaram a pena de três anos e meio de prisão para Ding Jiaxi, conhecido advogado dos direitos humanos, e de dois anos para o ativista Li Wei por "reunir uma multidão para perturbar a ordem pública", disse o advogado Guo Haiyue à AFP.

A China, onde o Partido Comunista prometeu diversas vezes lutar contra a corrupção, prendeu desde o início do ano 10 integrantes do Movimento dos Cidadãos. Os ativistas admitiram que as detenções provocaram uma redução de suas atividades.

AFP