Navigation

Com mais de 5.000 mortos por coronavírus, Bolívia retoma trabalho em repartições públicas

Agentes de saúde realizam varredura epidemiológica, visitando casa por casa em La Paz, no dia 21 de agosto de 2020, a fim de detectar casos de COVID-19 e poder tratá-los em suas residências para evitar o colapso do sistema de saúde. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. setembro 2020 - 19:58
(AFP)

A Bolívia retomou o horário de trabalho em repartições públicas na terça-feira, após meses de paralisia devido à pandemia do coronavírus.

"A jornada de trabalho de 8 horas é restaurada em horas contínuas", afirmou o ministro do Trabalho, Oscar Mercado, que esclareceu, porém, que cabe aos governos e prefeitos definir escalas dos diferentes cargos públicos.

A Bolívia, com 11 milhões de habitantes, acumula 5.027 mortes e 116.598 infecções do covid-19, segundo o último relatório do Ministério da Saúde.

A região de Santa Cruz (leste) é a mais afetada com 40.445 casos e 1.831 mortes, seguida por La Paz, com 30.000 infecções e 715 mortes. Em terceiro lugar está Cochabamba (centro) com 12.370 casos e 941 mortes.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.