Navigation

Congresso mexicano toma posse com vivas a López Obrador

Os novos parlamentares mexicanos são empossados na Cidade do México em 29 de agosto de 2018. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 29. agosto 2018 - 22:01
(AFP)

Com gritos e vivas a seu líder, o presidente eleito, Andrés Manuel López Obrador, a bancada parlamentar da coalizão que venceu as eleições no México foi empossada como a maioria legislativa mais numerosa de um país latino-americano em quase 25 anos.

Logo após à posse, que foi assistida por 499 dos 500 deputados eleitos, os novos legisladores governistas se abraçaram e passaram a cantar músicas emblemáticas da campanha de esquerda.

"É uma honra estar com Obrador!" - gritaram os legisladores com o punho erguido no plenário do Palácio de San Lázaro, no leste da capital mexicana.

Em seguida, os novos legisladores fizeram uma contagem para recordar os 43 estudantes normalistas desaparecidos em 2014 no sul do México, em um dos piores incidentes do governo do presidente Enrique Peña Nieto.

Com 308 deputados e 69 senadores, a coalizão governista integrada pelos partidos Morena, Do Trabalho e Encontro Social tem uma cômoda maioria, algo inédito desde 1994, quando o Congresso era controlado pelo Partido Revolucionário Institucional (PRI).

"As pessoas deram um mandato ao Congresso na mesma linha do presidente da República (...). O povo votou, disse o que quer e vamos seguir nesta direção", declarou Tatiana Clouthier, deputada eleita pelo Morena e uma porta-voz importante na campanha de López Obrador.

Clouthier destacou que a primeira missão da bancada será aprovar mudanças na lei orgânica do poder Executivo que permitam modificar a estrutura do governo, incluindo a criação de um novo ministério da Segurança Pública.

"Em breve começaremos mudanças importantes", previu a deputada.

Gerardo Fernández Noroña, da ala radical da coalizão de López Obrador, afirmou que a nova legislatura é "histórica" para a esquerda e a oportunidade de "tornar realidade todos os sonhos e compromissos da luta que durante décadas promovemos".

"Vamos ganhar os debates, como sempre ganha a esquerda, e agora também vencer as votações", disse Noroña.

O novo Congresso fará sua primeira sessão neste sábado, e López Obrador assumirá a presidência no dia 1º de dezembro.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.