Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Trabalhadores finalizam o altar onde o Papa Francisco celebrará missa, em Havana, no dia 26 de agosto de 2015

(afp_tickers)

O branco e o amarelo, cores que identificam o Vaticano, adornavam nesta quarta-feira as estruturas montadas na Praça da Revolução, em Havana, para a missa que será celebrada pelo papa Francisco em 20 de setembro.

Depois de mais de 40 dias de trabalho, cinquenta operários pintavam e davam os últimos retoques nas quatro estruturas e uma sacristia erguidas especialmente para a ocasião, observaram jornalistas da AFP.

Em breve, darão lugar a decoradores e outros especialistas para os detalhes finais antes da missa do Papa, que visitará a ilha como parte de um giro que também o levará aos Estados Unidos.

Francisco celebrará uma missa na manhã de 20 de setembro na mesma praça em que seus antecessores João Paulo II, em 1998, e Bento XVI, em 2012, rezaram.

O papa argentino terá à sua esquerda uma enorme imagem de 36 metros de seu compatriota, o revolucionário Ernesto Che Guevara, morto na Bolívia em 1967.

Outros dois estrados montados na praça serão destinado à imprensa, com capacidade para cerca de 200 jornalistas, e uma quarto será usado pelo coro que cantará na missa.

Cerca de 4.000 convidados especiais, inclusive o presidente Raul Castro, estarão sentados durante a missa, que a Igreja Católica espera ser assistida por centenas de milhares de cubanos.

Francisco, que, silenciosamente, contribuiu para a aproximação histórica entre os Estados Unidos e Cuba, chegará a Havana na tarde de sábado, 19 setembro.

Após a missa do domingo, dia 20, o pontífice visitará Raul Castro no Palácio da Revolução. Na segunda-feira, dia 21, viajará de avião para Holguín, 760 km a leste de Havana, antes de partir no mesmo dia para a vizinha Santiago de Cuba.

De Santiago de Cuba, Francisco seguirá para os Estados Unidos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP