Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, em discurso na ONU, em Nova York, em 26 de setembro de 2013. Chancelaria reforçou 'inquebrantável' solidariedade com o povo palestino.

(afp_tickers)

Cuba condenou nesta quinta-feira os novos ataques israelenses na Faixa de Gaza e pediu à comunidade internacional que impeça estas ações que "provocam milhares de mortos e feridos".

"Cuba reitera sua mais enérgica condenação a esta nova agressão de Israel contra a população da Faixa de Gaza e ratifica sua inquebrantável solidariedade para com o povo palestino", assinalou a chancelaria em um comunicado publicado no jornal oficial Granma.

Os bombardeios israelenses nas primeiras horas desta quinta-feira já causaram a morte de sete pessoas, o que eleva o balanço de palestinos mortos a 1.374 quase um mês depois do inicio do conflito. Do lado israelense, são 56 soldados e três civis mortos.

AFP