Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O cineasta Michael Moore é visto em 19 de abril de 2012, em Nova York

(afp_tickers)

O divórcio iniciado por Michael Moore e sua esposa revelou a fortuna do cineasta norte-americano, conhecido por criticar os excessos do capitalismo em seus documentários.

"Kathleen e Michael chegaram a um acordo amistoso", após 22 anos de casamento, diz a página de Michael Moore no Facebook.

Segundo o site Celebritynetworth, o diretor de "Fahrenheit 9/11" e "Capitalismo: uma história de amor" valeria a soma de 50 milhões de dólares.

Os documentos judiciais revelam que Moore acusa a ex-mulher, que produziu alguns de seus filmes, de má administração das contas nos últimos anos.

Segundo o jornal Detroit News, Moore não teria tolerado, por exemplo, os altos custos das obras de ampliação da casa do casal, em Michigan. O imóvel, de 900 m², é avaliado em 2 milhões de dólares.

Em declarações feitas anteriormente, Michael Moore já havia reconhecido que se tornou rico graças a seus filmes, mundialmente famosos, e garantiu que pagava todos os impostos e taxas relativos ao espólio.

AFP