Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O embaixador de Israel nos EUA, Ron Dermer

(afp_tickers)

Os soldados israelenses deveriam receber o Prêmio Nobel da Paz pela inimaginável contenção que estão demonstrando em sua luta contra o Hamas, afirmou nesta terça-feira o embaixador de Israel em Washington, que insistiu no direito de seu país de se defender.

O embaixador Ron Dermer realizou estas declarações na noite de segunda-feira durante um evento realizado pelo grupo Cristãos por Israel, segundo o texto de seu discurso postado em seu Facebook.

Dermer comparou os foguetes lançados pelo Hamas contra Israel com bombardeios alemães sobre Londres durante a Segunda Guerra Mundial e atacou quem acusa Israel de genocídio e crimes de guerra.

"A verdade é que as forças de defesa israelenses deveriam receber o Prêmio Nobel da Paz, já que lutam com uma contenção inimaginável", afirmou.

Falando aos jornalistas nesta terça, Dermer admitiu, no entanto, que Israel não é perfeito. "Também cometemos erros", admitiu.

"Um míssil pode explodir num local errado, podemos cometer erros em termos de inteligência, mas jamais comamos deliberadamente os civis como alvo. Quando morre um civil, a operação é um fracasso e uma tragédia".

"Acho que Israel deveria ter a admiração da comunidade internacional pela contenção que demonstra em relação às ameaças que enfrenta", acrescentou.

A ofensiva israelense na Faixa de Gaza já deixou 600 mortos entre os palestinos e 27 soldados e dois civis do lado israelense.

AFP