Navigation

Equipes trabalham para resgatar três bolivianos presos em uma mina no Chile

Mineiros trabalham em um depósito de cobre em Rancagua, Chile, em 21 de março de 2018 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 14. junho 2019 - 19:13
(AFP)

Equipes de resgate trabalham nesta sexta-feira para resgatar três bolivianos - que estariam vivos - presos em uma mina localizada no norte do Chile após um deslizamento de terra.

O acidente aconteceu na Mina Diretório 8, na cidade de Tocopilla, no norte do país, segundo o Serviço Nacional de Geologia e Mineração (Sernageomín), que havia informado inicialmente que era a mina de San José na mesma cidade.

"Nossas equipes estão trabalhando na Mina Diretório 8 em Tocopilla, onde há três pessoas presas com idades entre 19, 45 e 57 anos", disse o ministro de Mineração Baldo Prokurica, que viajou ao local na manhã de sexta-feira para supervisionar o trabalho de resgate.

"Pedimos à Codelco (a companhia estatal chilena de cobre) para colaborar no resgate dos três trabalhadores presos", acrescentou o ministro.

A estatal, maior produtora de cobre do mundo, informou que já tinha uma equipe de profissionais para realizar as tarefas de resgate, incluindo um dos especialistas que participaram do resgate bem-sucedido dos 33 mineiros que ficaram presos em 2010 na região de San José, em Copiapó.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.