Navigation

Esquerda vence a disputa pelo governo de Montevidéu

Eleitor vota em Montevidéu em 27 de setembro de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. setembro 2020 - 09:04
(AFP)

A esquerdista Frente Ampla (FA) conquistou o governo de Montevidéu, de acordo com projeções de empresas de consultoria, nas eleições departamentais e municipais de domingo no Uruguai, organizadas em plena pandemia de covid-19.

A FA recebeu entre 50,3% e 51% dos votos, contra 40% a 41% da coalizão de centro-direita que chegou ao governo nacional em março, segundo as projeções das consultorias Cifra e La Diaria Datos.

As duas empresas anunciaram como próxima prefeita de Montevidéu a engenheira Carolina Cosse, uma das três candidatas da FA ao lado do neurocirurgião Álvaro Villar e do engenheiro e ex-prefeito Daniel Martínez.

Os três disputaram a eleição contra a economista Laura Raffo, representante da coalizão do governo, que os superou individualmente, mas perdeu para a FA, pois nestas eleições vence o candidato mais votado do partido mais votado.

Montevidéu se consolida como um reduto da esquerda: a FA se encaminha para o sétimo governo consecutivo desde 1990 na capital, onde vive mais de um terço da população do país (1,3 dos 3,4 milhão de habitantes).

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.