Navigation

EUA: Pinnacle aceita romper com Hillshire, que se unirá à Tyson Foods

O grupo alimentar americano Pinnacle Foods aceitou o pedido de ruptura de compromisso de seu antigo pretendente, Hillshire Brands, e agora este último poderá se unir à Tyson Foods afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. julho 2014 - 18:21
(AFP)

O grupo alimentar americano Pinnacle Foods aceitou o pedido de ruptura de compromisso de seu antigo pretendente, Hillshire Brands, e agora este último poderá se unir à Tyson Foods, afirma um comunicado divulgado na noite desta segunda-feira.

A Pinnacle receberá uma compensação de 163 milhões de dólares pela ruptura do compromisso, soma que servirá para reduzir a dívida do grupo.

Em meados de maio, a Pinnacle havia aceitado ser comprada pela Hillshire por 6,6 bilhões de dólares.

Mas dias depois a Hillshire, que se especializa no processamento de carne, se viu em meio a uma batalha entre os dois gigantes mundiais avícolas, a americana Tyson Foods e a brasileira JBS através da Pilgrim's Pride.

A Tyson Foods finalmente ofereceu à Hillshire 7,7 bilhões de dólares, mas exigiu que colocasse fim a sua compra da Pinnacle Foods.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?