Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Os reguladores dos Estados Unidos autorizaram a companhia farmacêutica Sanofi e seu parceiro Regeneron a comercializar um medicamento para o tratamento de condições inflamatórias crônicas, tais como a artrite reumatoide

(afp_tickers)

Os reguladores dos Estados Unidos autorizaram a companhia farmacêutica Sanofi e seu parceiro Regeneron a comercializar um medicamento para o tratamento de condições inflamatórias crônicas, tais como a artrite reumatoide.

A autorização da Food and Drug Administration demorou por causa de "deficiências" identificadas pelo organismo durante a inspeção das instalações de produção da Sanofi, na Normandia, na França.

A droga sarilumab, que será vendida sob a marca Kevzara, poderia gerar cerca de 1,8 bilhão de vendas para 2020 e é considerada pela Sanofi como um potencial produto bandeira para fortalecer o crescimento da empresa no longo prazo.

Os reguladores no Canadá estabeleceram uma regulamentação semelhante em fevereiro, enquanto a Agência Europeia de Medicamentos emitiu um parecer positivo sobre a droga em abril, de acordo com a Sanofi, antes de uma decisão final pela Comissão Europeia nos próximos meses.

Na Europa, cerca de 2,9 milhões de pessoas sofrem de artrite reumatoide, uma doença auto-imune dolorosa que provoca dores nas articulações e inchaço nas articulações, rigidez e fadiga.

Os tratamentos disponíveis para esta condição incluem o anti-inflamatória Humira, da empresa americana Abbvie, e produtos biossimilares, que imitam os efeitos das drogas biológicas fabricadas a partir de células vivas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP