Navigation

EUA condenam 'envolvimento' do governo de Caracas em morte de opositor

Opositores de Maduro protestam em frente ao local onde Albán se suicidou, segundo o governo afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 10. outubro 2018 - 14:45
(AFP)

Os Estados Unidos condenaram nesta quarta-feira o que descreveram como "envolvimento" do governo venezuelano na morte de um político da oposição.

"Os Estados Unidos condenam o envolvimento do regime de (Nicolás) Maduro na morte do vereador venezuelano de oposição Fernando Albán", afirmou a Casa Branca.

Segundo o governo de Caracas, Albán cometeu suicídio na segunda-feira durante sua detenção em dependências oficiais, mas seus partidários afirmam que, na verdade, foi um assassinato.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.