Navigation

EUA criticam líderes de esquerda ocidentais que apoiam Maduro

Nicolas Maduro afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. maio 2019 - 15:58
(AFP)

O secretário de Estado americano Mike Pompeo descreveu nesta quarta-feira como "repugnante" que os líderes da esquerda política nos países "com valores democráticos ocidentais" apoiem o regime do presidente venezuelano Nicolás Maduro.

"Eu estava na Colômbia e vi famílias que tiveram que tomar a decisão de alimentar seus filhos em dias ou dias ímpares", disse Pompeo em coletiva de imprensa em Londres com seu colega britânico, Jeremy Hunt.

Considerando que "esse é um resultado direto de Nicolás Maduro", o Secretário de Estado assegurou que "nenhum líder em um país com valores democráticos ocidentais deveria apoiá-lo" em resposta a uma pergunta sobre o apoio do líder da oposição trabalhista britânica, Jeremy Corbyn, ao regime venezuelano.

"É repugnante ver líderes não só no Reino Unido, mas também nos Estados Unidos, que continuam a apoiar o ditador assassino Maduro", destacou Pompeo.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.