Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O secretário americano de Defesa, Chuck Hagel, conversa com jornalistas em Sydney, na Austrália, em 11 de agosto de 2014.

(afp_tickers)

O secretário americano de Defesa, Chuck Hagel, anunciou nesta terça-feira o envio de 130 assessores militares adicionais a Erbil, norte do Iraque, para avaliar "com mais profundidade" as necessidades da minoria yazidi, encurralada pelos milicianos sunitas do Estado Islâmico (EI).

"Recomendei ao presidente e o presidente me autorizou a seguir adiante e enviar cerca de 130 novos membros da equipe de avaliação ao norte do Iraque na região de Erbil para ter um olhar mais próximo e fazer uma avaliação mais profunda de onde podemos seguir ajudando", disse Hagel.

Hagel insistiu que o envio de assessores "não é a extensão de nenhum outro papel dos Estados Unidos (no Iraque) que não seja buscar formas de assistir e ajudar com assessoria às forças de segurança iraquianas. (...) Como o presidente deixou muito claro, não voltamos ao Iraque em nenhuma das dimensões de missões de combate que alguma vez tivemos lá".

O contingente adicional inclui marines e forças especiais, de acordo com uma autoridade do Departamento da Defesa.

AFP