Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Combatentes curdos peshmerga enfrentam militantes do Estado Islâmico (não fotografados) em Makhmur

(afp_tickers)

Forças americanas lançaram neste sábado novos ataques aéreos no norte do Iraque, para defender a minoria curda yazidi, afirmou o Pentágono, no segundo dia de sua campanha militar.

A ofensiva de hoje sucedeu a série de ataques desta sexta-feira, os primeiros lançados pelos Estados Unidos contra o Iraque desde a retirada de suas tropas, há três anos, e destinados a conter o avanço dos jihadistas, que ameaçam ganhar terreno no Curdistão e matar milhares de civis yazidis, uma minoria não islâmica, nos arredores do monte Sinjar, um de seus redutos.

O primeiro ataque, por volta das 15h20 GMT, foi realizado por uma combinação de caças e drones, e se concentrou em blindados de transporte de tropas, um dos quais foi destruído, assinalou o Comando Central dos Estados Unidos, que cobre o Oriente Médio.

Vinte minutos depois, um avião americano voltou a atacar os jihadistas, e teria destruído dois blindados e um caminhão.

Por volta das 19h GMT, um aparelho americano teria destruído outro blindado de transporte de tropas, nos arredores de Sinjar.

Dois ataques aéreos realizados ontem destruíram um posto de artilharia do EI, matando uma equipe de morteiros.

AFP