Navigation

EUA pede para Colômbia reduzir cultivos de coca e produção de cocaína

Imagem da Embaixada da Colombia nos Estados Unidos de 7 de setembro de 2018, com o chanceler colombiano, Carlos Holmes Trujillo (E), e o subsecretário de Estado, John Sullivan afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. setembro 2018 - 00:00
(AFP)

Os Estados Unidos pediram para a Colômbia reduzir suas plantações de coca e sua produção cocaína, nesta sexta-feira.

O subsecretário John Sullivan falou do assunto com o chanceler colombiano Carlos Holmes Trujillo durante reunião em Washington, afirmou o Departamento de Estado em comunicado.

Ambos "discutiram a necessidade de uma ação contínua para reduzir o cultivo de coca e a produção de cocaína na Colômbia", indicou.

Desde que Trump assumiu em janeiro de 2017, os Estados Unidos criticaram duramente o aumento de áreas de cultivo da Colômbia, que vem registrando fortes aumentos.

O Departamento de Estado disse que Sullivan e Trujillo "reafirmaram o apoio dos Estados Unidos a uma paz justa e duradoura na Colômbia, compartilharam o interesse de continuar a prosperidade econômica e revisaram o apoio da região ao povo venezuelano e à restauração da democracia na Venezuela".

Trujillo destacou a importância de que Trump visite a Colômbia no fim do ano. "É uma visita fundamental, básica para a Colômbia", disse.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.