Navigation

EUA reafirmam amizade com Alemanha apesar de espionagem

Kerry e Steinmeier chegam a uma entrevista coletiva em Viena afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 13. julho 2014 - 16:10
(AFP)

Alemanha e Estados Unidos continuam sendo "grandes amigos", apesar da divergência pelos casos de espionagem, afirmou o secretário de Estado americano, John Kerry, em uma entrevista coletiva com o chefe da diplomacia alemã, Frank-Walter Steinmeier, em Viena.

"Quero enfatizar que a relação entre Estados Unidos e Alemanha é estratégica, que temos uma enorme cooperação política e somos grandes amigos", declarou Kerry.

O chefe da diplomacia americana insistiu que os dois países continuarão trabalhando juntos, apesar da crise depois que Berlim descobriu os casos de dois supostos espiões duplos que trabalhavam para Washington.

O governo alemão anunciou na quinta-feira a expulsão do chefe do serviço secreto americano na Alemanha, após a descoberta dos casos, uma decisão pouco frequente entre aliados da Otan.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.