Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Rua destruída na cidade de Homs

(afp_tickers)

União Europeia (UE) decidiu nesta terça-feira ampliar as sanções contra o regime sírio, incluindo em sua lista negra outras três pessoas e nove empresas, segundo um comunicado.

"Diante da gravidade da situação na Síria, o Conselho (Europeu) reforçou hoje as medidas restritivas contra o regime sírio", indica a nota, que coincide com a reunião de ministros europeus de Relações Exteriores.

Estas novas sanções afetarão três pessoas e nove empresas por seu "envolvimento na violenta repressão exercida contra a população civil ou no apoio ao regime".

As sanções consistem no congelamento de ativos e na proibição de entrar em países da UE.

No total, com a decisão desta terça-feira, 192 pessoas e 62 empresas são alvos de sanções da UE.

AFP