Navigation

Ex-presidente argentino De la Rua internado em estado grave

O ex-presidente argentino (1999-2001) Fernando De La Rua diante da Corte Federal da Argentina, em Buenos Aires, no dia 23 de dezembro de 2013. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 09. julho 2019 - 03:31
(AFP)

O ex-presidente argentino Fernando De la Rua (1999-2001) está hospitalizado em estado grave, informaram nesta segunda-feira fontes médicas citadas pela imprensa local.

De la Rua, 81 anos, "se encontra internado em estado muito grave por uma descompensação cardíaca e renal", informou a clínica Fleming de Buenos Aires, citada pelo jornal Perfil.

O ex-presidente já tinha sido hospitalizado no início do ano, quando foi submetido a uma cirurgia cardíaca.

Após uma longa recuperação, voltou ao hospital em maio devido a uma complicação renal.

A última vez que De la Rua apareceu em público foi em um jantar que o governo ofereceu no Teatro Colón, em novembro passado, por ocasião da cúpula do G-20.

Em 2015, De la Rua foi declarado inocente ao final de um julgamento por suposto pagamento de subornos a senadores da oposição durante seu governo para aprovar uma reforma trabalhista.

O então presidente abandonou o cargo em dezembro de 2001, quando fugiu da Casa de Governo de helicóptero em meio a um país convulsionado pela crise institucional e econômica.

Desde então, se manteve distante da política.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.