Navigation

Ex-presidente Juan Manuel Santos se soma ao grupo dos 'Elders'

(Arquivo) O ex-presidente colombiano Juan Manuel Santos, em Bogotá, em 7 de dezembro de 2018 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 22. janeiro 2019 - 12:08
(AFP)

O ex-presidente da Colômbia e ganhador do Prêmio Nobel da Paz 2016, Juan Manuel Santos, juntou-se, com duas outras personalidades, ao chamado grupo dos "Elders" (Anciãos), com o objetivo de promover a paz e os direitos humanos, informou a organização na terça-feira.

Os outros novos membros são "Ellen Johnson Sirleaf, ex-presidente da Libéria e Prêmio Nobel da Paz 2011, e Zeid Raad Al Hussein, Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos de 2014 a 2018, segundo o comunicado.

The Elders (termo inglês que significa os "anciãos", mas também os "sábios"), foi fundado em 2007 pelo ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, para promover a paz e os direitos humanos.

O falecido ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, foi um dos membros fundadores dessa organização, que inclui, entre outros, os ex-presidentes dos Estados Unidos Jimmy Carter, Fernando Henrique Cardoso, do Brasil, Ernesto Zedillo, do México, e Ricardo Lagos, do Chile.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.