Navigation

Ex-presidente peruano Toledo detido nos EUA por embriaguez

Ex-presidente peruano Alejandro Toledo (2001-2006) em entrevista coletiva em novembro de 2010. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. março 2019 - 22:53
(AFP)

O ex-presidente peruano Alejandro Toledo, que Lima tenta a extradição dos Estados Unidos por envolvimento no caso de subornos da Odebrecht, foi detido na noite de domingo por se embriagar em um restaurante na Califórnia, informou nesta segunda-feira a polícia local.

Toledo, 73 anos, foi detido às 22H27 local de domingo, quando a polícia atendeu a um chamado sobre um homem bêbado em um restaurante na região de Palo Alto, disse à AFP a porta-voz do comissário do condado de San Mateo, detetive Rosemerry Blankswade.

Toledo foi levado à prisão do condado de San Mateo, de onde saiu às 09H00 local desta segunda-feira.

Em maio de 2018, o Peru apresentou aos Estados Unidos um pedido de extradição de Toledo, que a justiça acusa de ter recebido um suborno milionário da Odebrecht.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.