Navigation

Facebook esclarece política sobre o que pode ser publicado

A rede social Facebook publicou nesta segunda-feira sua política e esclareceu as normas sobre o que é conveniente publicar e sobre os assuntos sensíveis, como a violência, a nudez, os discursos de ódio ou a apologia ao terrorismo afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 16. março 2015 - 16:42
(AFP)

A rede social Facebook publicou nesta segunda-feira sua política e esclareceu as normas sobre o que é conveniente publicar e sobre os assuntos sensíveis, como a violência, a nudez, os discursos de ódio ou a apologia ao terrorismo.

O Facebook indicou principalmente que não autoriza a presença em sua plataforma de grupos que fazem apologia "às atividades terroristas, de organizações criminosas e que promovem o ódio".

Segundo as novas diretrizes publicadas on-line no blog oficial da rede social, a empresa vai retirar "as imagens explícitas quando forem compartilhadas por sadismo ou para glorificar a violência".

"Estas normas são conhecidas por criar um ambiente onde se sentem motivados e encorajados a tratar os outros com empatia e respeito", escreveu a responsável pela política editorial do grupo, Monika Bickert, assim como o conselheiro-geral adjunto, Chris Sonderby.

"Embora nossa política e normas não tenham mudado, sentimos a demanda dos usuários para dar clareza e exemplos, e isso é o que fazemos com esta atualização de hoje", esclareceram.

A novidade: a nudez é proibida no Facebook, com exceção no caso de imagens sobre lactância, de arte ou fotos médicas.

Os usuários também deverão utilizar seu verdadeiro nome, uma demanda impopular que provavelmente provocará a ira dos que utilizam nomes artísticos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.