Navigation

Facebook foi interrogado por autoridades antimonopólio nos EUA

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, foi interrogado por autoridades antimonopólio nos Estados Unidos afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 21. agosto 2020 - 01:14
(AFP)

O Facebook revelou nesta quinta-feira (20) que seus executivos foram interrogados pela Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos, que realiza uma investigação antimonopólio.

O criador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, foi questionado virtualmente e sob juramento pela comissão durante dois dias desta semana, informou o site de notícias Politico, citando fontes relacionadas ao tema.

"Estamos comprometidos em cooperar com a investigação da Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos e a responder a todas as perguntas que a agência possa ter", declarou um porta-voz da empresa, que não confirmou se Zuckerberg testemunhou.

As investigações da comissão nem sempre levam a ações judiciais.

No mês passado, Zuckerberg e os diretores executivos Tim Cook (Apple), Jeff Bezos (Amazon) e Sundar Pichai (Google) foram interrogados durante mais de cinco horas durante uma apresentação sem precedentes, por videoconferência, diante de um comitê da Câmara de Representantes que investiga o domínio das grandes empresas de tecnologia sobre o mercado.

O presidente de um comitê antimonopólio do Congresso afirmou que as gigantes do Vale do Silício são poderosas demais e sairão ainda mais fortalecidas da pandemia do coronavírus.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.