Navigation

FARC inicia protesto de dez dias contra assassinatos de ex-combatentes na Colômbia

(Arquivo) Os ex-comandantes das FARC Pastor Alape (D), Rodrigo "Timochenko" Londoño e Carlos Antonio Lozada chegam à sede da Jurisdição Especial para a Paz em Bogotá afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 21. outubro 2020 - 17:38
(AFP)

A ex-guerrilha FARC iniciou, nesta quarta-feira (21), uma "peregrinação" de mais de 200 km para protestar pelo assassinato de 234 assinantes do acordo de paz que desarmou o que era a organização rebelde mais poderosa das Américas.

"Estamos chamando a atenção do país para (...) rejeitar os atos violentos de todos os atores, incluindo o Estado", disse à AFP Pastor Alape, ex-comandante e dirigente do atual partido de esquerda.

O protesto partiu do município de Mesetas, no sul do país, e chegará em Bogotá em 1o de novembro.

Os ex-rebeldes farão marchas diárias a pé e em carros, em meio à retomada das manifestações contra o governo após a pausa imposta pela pandemia.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.