Navigation

Forte tremor é sentido em Caracas e em vários estados da Venezuela

(Arquivo) Vista geral do oeste de Caracas feita em 11 de janeiro de 2017 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 27. dezembro 2018 - 11:12
(AFP)

Um forte tremor foi registrado em Caracas e em vários estados da Venezuela na madrugada desta quinta-feira (27) - informou a Fundação Venezuelana de Pesquisas Sismológicas (Funvisis).

Segundo a Funvisis, o sismo registrado à 4h59 local (6h em Brasília) teve magnitude 4,9 e aconteceu 12 quilômetros ao noroeste de Valencia (norte, estado de Carabobo), a 9,4 quilômetros de profundidade.

Usuários do Twitter relataram terem sentido o tremor em estados como Aragua, Miranda, Carabobo, Cojedes, Lara, Trujillo, Táchira e Mérida.

Na capital, Caracas, moradores saíram de suas casas após o fenômeno. Houve pelo menos três réplicas, a mais alta delas de magnitude 4,5.

"Minha cama balançou bastante. Me assustei muito. Os cachorros latiam, e meus vizinhos foram pra rua, porque depois foram sentidos mais tremores", disse Karina Salcedo, uma moradora de Caracas, à AFP.

Em Valencia, epicentro do tremor, "o abalo foi forte", contou Wilfredo Corniel.

Em 5 de dezembro passado, outro sismo de magnitude 4,6 foi registrado na localidade de San Felipe, estado de Yaracuy (norte). Caracas e vários estados foram afetados.

Já em 21 de agosto um prolongado sismo de magnitude 7,3, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), sacudiu a Venezuela e Trinidad y Tobago. Houve pânico e danos materiais, mas não deixou vítimas.

Registrado inicialmente como sendo de magnitude 6,3 pela Funvisis e depois corrigido para 6,9, esse sismo é, até agora, um dos mais fortes já registrados na Venezuela.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.