Navigation

Fortes chuvas provocam caos no Rio e deixam um morto

Homem tenta chegar a um ônibus no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, em meio à forte chuva. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 09. abril 2019 - 02:27
(AFP)

As fortes chuvas que caem desde a tarde desta segunda-feira provocaram o caos nas ruas do Rio de Janeiro, matando ao menos uma pessoa e deixando centenas de carros sob as águas.

Segundo a Polícia Militar, um homem morreu na Gávea, na zona sul do Rio, a principal região atingida pelo temporal desta segunda-feira.

Testemunhas citadas pelo site de notícias G1 revelaram que o homem foi arrastado pela correnteza e morreu afogado.

Imagens divulgadas pelas TVs locais mostraram carros sendo arrastados, árvores arrancadas, ruas da zona sul completamente inundadas, e o caos total no trânsito.

Os bombeiros utilizaram botes para resgatar pessoas ilhadas em diversos pontos.

Parte da ciclovia Tim Maia, inaugurada para os Jogos Olímpicos de 2016, cedeu, como já havia ocorrido em outras duas ocasiões.

As autoridades da capital carioca declararam "estado de crise", o mais elevado de três níveis de alerta de risco.

Há previsão de que a chuva prossiga até na manhã desta terça-feira e as autoridades recomendam que a população só saia de casa "em caso de extrema necessidade".

Os serviços de trem e metrô não foram interrompidos.

Em entrevista, o prefeito Marcelo Crivella declarou que a chuva desta segunda-feira foi "completamente atípica". "Sempre temos a previsão de chuvas fortes, mas não com esta intensidade".

A prefeitura do Rio anunciou a suspensão das aulas na rede pública nesta terça.

Há dois meses, outro forte temporal acompanhado de fortes ventos matou seis pessoas e colocou a cidade em "estado de crise".

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.