Navigation

Fracassa lançamento de satélite do Irã

(Arquivo) Imagem publicada pelo Ministério iraniano da Defesa em 27 de julho de 2017 mostra foguete Simorgh para colocar satélites em órbita afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 15. janeiro 2019 - 11:04
(AFP)

O Irã não conseguiu pôr em órbita, nesta terça-feira (15), um satélite lançado apesar das críticas dos Estados Unidos - informou o ministro das Telecomunicações, Mohamad Javad Azari Jahromi, em entrevista à televisão estatal.

"O satélite Payam foi lançado com sucesso esta manhã com o foguete Basir. Mas, infelizmente, o satélite não pôde ser posto em órbita na última fase", declarou o ministro Azari Jahromi.

O satélite não alcançou "a velocidade necessária" e se soltou na terceira fase, acrescentou o ministro, que disse, na segunda-feira, que o Payam giraria ao redor da Terra a cerca de 600 quilômetros de altitude.

Segundo o ministro das Telecomunicações, além do Payam, contam com o satélite "Doosti", que será dedicado à agricultura.

Ontem, o Irã anunciou que Payam e Doosti foram fabricados na Universidade de Tecnologia Amirkabir de Teerã. Sua função é coletar dados sobre o meio ambiente no país.

Em 3 de janeiro, os Estados Unidos pediram ao Irã que renunciasse ao disparo de foguetes previsto em seu programa espacial, classificando a medida como "provocação".

Washington adotou sanções econômicas draconianas contra o Irã, após ter-se retirado, em 2018, do acordo sobre o programa nuclear iraniano firmado anos atrás com as grandes potências.

Teerã garante que suas atividades espaciais não constituem uma violação da resolução da ONU, já que "o satélite faz parte de um projeto civil com objetivos puramente científicos".

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.