Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O pontífice também reconheceu que a dor e os suicídios de vítimas de abusos sexuais pesam sobre ele próprio e sobre toda a Igreja.

(afp_tickers)

O papa Francisco denunciou a cumplicidade inexplicável da Igreja com padres pedófilos durante uma missa nesta segunda-feira no Vaticano que contou com a presença de um grupo de vítimas de abusos sexuais cometidos por religiosos.

"Há tempos sinto no coração a profunda dor, o sofrimento, tanto tempo oculto, tanto tempo dissimulado com uma cumplicidade que não, não tem explicação", declarou em uma comovente homilia durante a qual pediu várias vezes perdão.

O pontífice também reconheceu que a dor e os suicídios de vítimas de abusos sexuais pesam sobre ele próprio e sobre toda a Igreja.

"Alguns sofreram inclusive a terrível tragédia do suicídio de um ente querido. As mortes destes filhos tão amados de Deus pesam no coração e consciência, minha e de toda a Igreja", afirmou o Papa argentino.

AFP