Navigation

Funcionário público morre e deputado fica ferido em ataque a tiros na Argentina

O deputado argentino Héctor Olivares, baleado nesta quinta-feira em Buenos Aires afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 09. maio 2019 - 12:36
(AFP)

Um funcionário provincial morreu e um deputado nacional ficou gravemente ferido em um ataque a tiros diante do Congresso na capital argentina.

"Atiraram em um ato premeditado", afirmou o deputado José Cano ao Canal TN.

A vítima fatal foi Marcelo Yadón, 58 anos, diretor do Fundo Fiduciário do Transporte Elétrico da província de La Rioja (noroeste), informou Cano.

O deputado ferido foi Héctor Olivares, que se encontra em estado grave, de acordo com fontes médicas.

"A informação que temos é que o carro estacionou meia hora antes, os aguardaram porque ele (Olivares) tinha o hábito de caminhar por este local todos os dias ao lado de Yadón", disse Cano.

O ataque aconteceu às 7H00. Os ocupantes do carro abriram fogo contra Olivares e Yadón quando eles caminhavam pela praça que fica diante do Congresso da Nação.

O deputado Olivares, 61 anos, integra a comissão de Legislação Penal da Câmara e trabalhava, entre outros projetos, em um texto sobre a violência no futebol.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.