Navigation

Fundação Gates doa US$ 250 milhões para combater pandemia

Parte dos recursos injetados pela Fundação Gates vai financiar a distribuição das vacinas anticovid-19 na África Subsaariana e na Ásia do Sul afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 10. dezembro 2020 - 11:51
(AFP)

A Fundação Bill e Melinda Gates anunciou, nesta quinta-feira (10), US$ 250 milhões em fundos adicionais para a campanha mundial de combate à pandemia do coronavírus.

Parte dos fundos será destinada à distribuição de doses vitais de vacinas anticovid-19 para países da África Subsaariana e da Ásia meridional.

"Temos novos medicamentos e mais vacinas em potencial do que poderíamos esperar no início do ano", disse Bill Gates, em um comunicado.

O financiamento é um dos maiores obstáculos para a África, um continente que abriga alguns dos países mais pobres do mundo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) identificou a meta de vacinar 3% dos africanos até março de 2021 e 20% até o final do ano que vem.

A OMS afirmou, no entanto, que apenas cerca de 25% dos 47 países do continente têm planos suficientes para recursos e financiamento.

O coordenador da resposta covid-19 da Fundação Gates na África, Solomon Zewdu, disse que parte do financiamento anunciado nesta quinta ajudará a garantir que as vacinas cheguem a cerca de 780 milhões de pessoas no continente.

A África registrou mais de 2,3 milhões de casos, dos quais 54.800 foram fatais.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?