Navigation

Fundador da SpaceX se vinga de piada do diretor da agência espacial russa

Elon Musk nno Centro Espacial Kenndy, Flórida, em 27 de maio de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 31. maio 2020 - 13:14
(AFP)

"O trampolim funciona", afirmou neste domingo Elon Musk, fundador da SpaceX, empresa que enviou no sábado dois astronautas ao espaço, em resposta ao diretor da agência espacial russa que havia ironizado a incapacidade americana de concretizar voos espaciais tripulados.

Em um período de tensão entre os dois países, e quando Moscou ameaçava interromper a cooperação espacial com Washington, Dmitri Rogozin afirmou em 2014 que os astronautas americanos poderiam precisar de um "trampolim" para chegar à Estação Espacial Internacional (ISS).

"O trampolim funciona", comemorou neste domingo Musk, durante uma entrevista coletiva ao lado do administrador da Nasa, Jim Bridenstine, após o sucesso do lançamento de um foguete da SpaceX.

"É uma piada entre nós", completou o empresário de 48 anos, enquanto os dois sorriam.

A referência provocou reações nas redes sociais russas, com muitos "memes" e piadas ridicularizando Rogozin.

Após o voo do grupo privado americano SpaceX, a Rússia não é mais a única a enviar astronautas à Estação Espacial Internacional (ISS). A perda do monopólio obrigará o país a remodelar seu programa espacial, afirmam analistas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.