Navigation

García Márquez entrará para o Museu de Cera de Cuba

O escritor colombiano Gabriel García Márquez com o líder cubano Fidel Castro durante jantar em Havana, em Cuba, em 4 de março de 2000. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 10. julho 2014 - 16:09
(AFP)

O falecido Prêmio Nobel colombiano Gabriel García Márquez entrará para o Museu de Cera de Cuba no próximo dia 13 de agosto, dia em que seu amigo Fidel Castro completará 88 anos, informou a imprensa local.

O boneco de cera de García Márquez, que morreu em abril passado, foi feito pelos irmãos Rafael e Leander Barrios, também autores da figura do escritor americano Ernest Hemingway.

García Márquez, Nobel de 1982, residiu em Cuba durante vários anos. Foi ele quem atuou como emissário secreto entre Fidel e o presidente americano Bill Clinton.

No museu, há homenagens a celebridades como astros da música cubana Benny Moré, Francisco Repilado e Ignacio Villa, Carlos Puebla e Sindo Garay.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.