Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Palestinos fogem com seus pertences de um bairro de Gaza, em busca de refúgio em uma escola da ONU.

(afp_tickers)

As chances de alcançar um cessar-fogo duradouro em Gaza nas negociações indiretas com Israel estão "se evaporando", considerou nesta terça-feira um representante do movimento palestino Hamas.

"Não há progressos nas negociações. As chances de se chegar a um acordo estão se evaporando e os ocupantes sionistas são inteiramente responsáveis por esta situação", declarou Ezzat el-Rishq, um dos líderes do Hamas.

O movimento islamita, que controla Gaza, é o principal alvo da ofensiva israelense lançada em 8 de julho.

"A delegação palestina apresentou sua resposta final à proposta (de cessar-fogo duradouro) dos egípcios. Os egípcios a entregaram à delegação do inimigo, que partiu (do Cairo) com a desculpa de que deveriam apresentá-la ao seu governo", acrescentou Rishq.

AFP