Navigation

Google é processado por localizar usuários sem autorização

Google é alvo de uma ação em um tribunal federal dos Estados Unidos por violar a privacidade dos usuários ao localizar a posição de smartphones que haviam desativado seu "histórico de localização". afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 21. agosto 2018 - 04:27
(AFP)

Google é alvo de uma ação em um tribunal federal dos Estados Unidos por violar a privacidade dos usuários ao localizar a posição de smartphones que haviam desativado seu "histórico de localização".

A ação foi apresentada na sexta-feira por um morador da Califórnia, que pretende ser indenizado por danos não especificados (com status de demanda coletiva para todos os usuários americanos de smartphones iPhone e Android) por ter tido seu deslocamento monitorado, mesmo desativando o "histórico de localização".

"Google informou expressamente aos usuários de seu sistema operacional e de seus aplicativos que a ativação de certas configurações impediria sua geolocalização", o que era "falso", afirma a ação.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.