Navigation

Governo e oposição da Venezuela acordam mesa de trabalho permanente

Marie Eriksen Søreide, chanceler norueguesa, fala à imprensa durante coletiva em Sarajevo, 25 de junho de 2019 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. julho 2019 - 21:34
(AFP)

O governo e a oposição da Venezuela concordaram em estabelecer uma mesa de trabalho permanente para tentar resolver a crise política no país, após a conclusão de uma rodada de diálogos em Barbados, informou nesta quinta-feira (11) o governo norueguês, que media as conversas.

"Como parte deste processo, foi instalada uma mesa que vai trabalhar de forma contínua e expedita, com a finalidade de chegar a uma solução acordada e no âmbito das possibilidades que a Constituição oferece", destacou o ministério norueguês dos Assuntos Exteriores em um comunicado.

"Está previsto que as partes realizem consultas para poder avançar na negociação", acrescentou o texto, sem dar detalhes sobre as datas dos novos encontros.

O governo europeu exortou as partes a tomarem a "máxima precaução em seus comentários e declarações com relação ao processo".

"Reitero meu reconhecimento às partes por seus esforços e seu espírito de cooperação, e agradeço ao governo de Barbados por sua hospitalidade", expressou a ministra dos Assuntos Exteriores, Marie Eriksen Søreide, citada no texto.

Delegados do presidente Nicolás Maduro e do líder opositor Juan Guaidó - reconhecido como presidente interino por meia centena de países - se reuniram em Barbados a partir de segunda-feira, dando continuidade a uma aproximação iniciada em maio passado em Oslo.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.