Navigation

Grupo de 33 cubanos chega a Honduras de barco

Cubanos observam embarcação japonesa no porto de Havana, em 5 d ejulho de 2014 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 09. julho 2014 - 18:55
(AFP)

Um grupo de 33 cubanos chegou a Honduras depois de navegar durante 14 dias em uma embarcação precária, informaram autoridades e os próprios imigrantes à imprensa local.

"Deixamos nosso país por causa dos problemas econômicos, já que em Cuba o trabalho não é bem pago e tudo é caro. Passamos por um pesadelo, mas já estamos em nosso destino, que era Honduras", relatou um dos cubanos, Alexis Minie.

Os imigrantes chegaram na terça-feira à zona de Baja Mar, no departamento de Cortés, a cerca de 300km ao norte da capital. Estavam desidratados, e foram ajudados por pescadores hondurenhos ao chegar.

O chefe da polícia, Marlon Enrique Lagos, informou que "como autoridades policiais devemos atender todo estrangeiro que chega ao país, para investigar sua condição, e garantir que não tenha problemas judiciais".

Francisco Munguía, responsável pela migração, informou que as autoridades vão dar um tempo para que os cubanos possam solicitar asilo e se legalizar.

Aproximadamente 700 cubanos chegaram ao país no ano passado, a maioria vinda da Nicarágua e com destino aos Estados Unidos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.