Navigation

Grupo de Contato sobre Venezuela se reunirá na próxima semana

O chanceler da Costa Rica, Manuel Ventura, fala com a imprensa sobre a situação na Venezuela, em 21 de fevereiro de 2019, em San José afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 02. maio 2019 - 15:11
(AFP)

Os chanceleres do Grupo Internacional de Contatos da Venezuela, formado por 13 países, se reunirão na segunda e terça-feira na Costa Rica, em meio a tensões pela fracassada revolta militar liderada pelo líder da oposição Juan Guaidó, anunciou nesta quinta-feira o governo anfitrião.

"Para o governo da Costa Rica, a reunião em San José representa um reconhecimento de sua liderança e dos esforços diplomáticos feitos na busca de uma solução política para a crise na Venezuela", disse o ministro das Relações Exteriores, Manuel Ventura.

O grupo de contato é formado por Alemanha, França, Itália, Holanda, Portugal, Espanha, Suécia e Reino Unido, além de Bolívia, Equador, Uruguai e Costa Rica.

O fórum internacional foi lançado em 7 de fevereiro no Uruguai com o objetivo de ajudar a enfrentar a crise humanitária na Venezuela.

O grupo, que terá sua terceira reunião ministerial na Costa Rica, é definido como "o único mecanismo que tem acesso a todas as partes relevantes na Venezuela".

Outro fórum internacional sobre a Venezuela, o Grupo Lima, é formado por países latino-americanos que reconhecem Guaidó como presidente interino e pedem a saída do governante Nicolás Maduro.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.