Navigation

Guatemala libera 140 réus antecipadamente devido a pandemia

Este conteúdo foi publicado em 04. julho 2020 - 18:00
(AFP)

As autoridades da Guatemala libertaram 140 guatemaltecos condenados por narcotráfico, extorsão e roubo, entre outros crimes, para reduzir a superlotação nos presídios e evitar contágios de coronavírus, que deixa quase 900 mortos no país, informou neste sábado (4) a defesa dos beneficiados.

O diretor do Instituto de Defesa Pública Penal (IDDP), Idonaldo Fuentes, disse à imprensa que recebeu da Direção Geral do Sistema Penitenciário 520 relatos de réus condenados que cumpriam com boa conduta e estudos psicológicos, mas apenas 140 se beneficiaram desta medida.

"Estamos trabalhando atualmente com os demais (casos) para obter este benefício o mais rápido possível", comentou o diretor da estatal IDDP, órgão dedicado a defender gratuitamente as pessoas com poucos recursos.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.