Navigation

Hackers atacam Twitter do exército israelense

Um grupo de hackers partidários do regime sírio, o Exército Eletrônico Sírio (SEA), reivindicou esta operação postando tuítes como 'Viva Palestina'. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 04. julho 2014 - 13:25
(AFP)

Vários hackers atacaram a conta no Twitter do exército israelense, postando uma mensagem alarmante sobre um disparo de foguete contra uma instalação nuclear.

"#ADVERTÊNCIA: possível vazamento nuclear na região depois que dois foguetes alcançaram a instalação nuclear de Dimona" (sul do país), afirma o tuíte.

O exército informou à AFP que vários tuítes incorretos foram postados na últimas horas na conta de seu porta-voz em inglês (@IDFspokesperson).

A conta difundiu posteriormente uma mensagem de desculpas e suprimiu os falsos tuítes.

Um grupo de hackers partidários do regime sírio, o Exército Eletrônico Sírio (SEA), reivindicou esta operação postando tuítes como "Viva Palestina".

O SEA multiplicou os ataques em 2013, principalmente contra as páginas das agências de notícias.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.