Navigation

Haddad pede respeito a seus '45 milhões de eleitores'

Haddad discursa em São Paulo após o anúncio do resultado do segundo turno afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. outubro 2018 - 23:57
(AFP)

Fernando Haddad, o candidato petista derrotado nas eleições presidenciais, exigiu neste domingo respeito a seus 45 milhões de eleitores, e disse que a oposição ao governo de extrema direita de Jair Bolsonaro será uma "tarefa enorme".

Em reunião com a cúpula do PT em São Paulo, Haddad agradeceu o apoio de seus aliados e dos "45 milhões de votos, uma parte expressiva [do eleitorado], que deve ser respeitada".

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.