Navigation

Hillary Clinton diz que Putin "pode ser perigoso"

A ex-secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton é vista em 6 de julho de 2014, em Berlim, Alemanha afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 06. julho 2014 - 13:47
(AFP)

A ex-secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton afirmou, em entrevista a um jornal alemão, que o presidente russo, Vladimir Putin, "pode ser perigoso" e que suas ações na Ucrânia requerem uma resposta ocidental.

"Acredito que pode ser perigoso", disse Clinton ao Bild am Sonntag ao ser questionada se Putin poderia representar uma ameaça após a anexação da península da Crimeia.

"É preciso responder a sua última agressão na Ucrânia com uma ação conjunta do Ocidente", garantiu Clinton na entrevista publicada neste domingo. A política encontra-se na Alemanha para divulgar seu novo livro de memórias, "Hard Choices".

A publicação do livro no último 10 de junho e a turnê de divulgação estão sendo considerados um prelúdio a uma futura candidatura de Clinton às primárias do partido Democrata para a presidência dos Estados Unidos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.