Navigation

Honduras 'se complica a cada dia mais', diz presidente internado por COVID-19

Mulher se protege do sol, junto a caixão de pessoa que teria morrido de COVID-19, em 26 de junho de 2020, em Tegucigalpa afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 27. junho 2020 - 12:47
(AFP)

O presidente hondurenho Juan Orlando Hernández, admitiu na sexta-feira (26) que a situação no país "está ficando a cada dia mais complicada" pela COVID-19.

Hernández está internado pela doença desde 18 de junho.

"O que eu posso ver é que a situação se complica a cada dia mais, fica mais saturada, e são necessários recursos importantes", afirmou o presidente, em uma videoconferência com ministros transmitidos em rede nacional de rádio e televisão ontem à noite.

"Esta é uma guerra entre a vida e a morte", acrescentou o presidente, que participou sem ativar o vídeo.

O governante de 51 anos anunciou em 17 de junho que tinha mal-estar e que testes de laboratório confirmaram que ele estava contaminado com o novo coronavírus.

Um dia depois, o porta-voz do governo, Francis Contreras, anunciou que o presidente foi internado no Hospital Militar, na capital, por pneumonia.

"Há alguns dias, comecei com sintomas. Achei que fosse outra coisa e perdi três, quatro dias importantes para poder me tratar. Sou uma testemunha de como é preciso ir ao médico", disse ele na videoconferência.

"Esta doença, como é desconhecida, é altamente volátil", acrescentou.

Os ministros falaram sobre a contratação de pessoal, a instalação de mais leitos e ventiladores, mas sem apontar que são insuficientes, apesar dos comentários do presidente.

Com 9,3 milhões de habitantes, Honduras registra, de acordo com o último relatório oficial da noite de sexta-feira, 15.994 contaminados, 471 mortos e 1.678 pessoas recuperadas da doença.

Hospitais públicos e privados entraram em colapso e, agora, as autoridades estão improvisando salas para cuidar de pacientes. Muitos apenas morrem, sem conseguir tratamento.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.