Navigation

Igrejas católicas reabrem na Cidade do México com medidas sanitárias

Fiés respeitam distância social na reabertura da Catedral Metropolitana de Cidade do México, em 26 de julho de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. julho 2020 - 20:32
(AFP)

Algumas igrejas católicas reabriram neste domingo na Cidade do México com medidas de segurança, como a distância entre os paroquianos, o uso obrigatório de máscaras faciais e a medição da temperatura para evitar o contágio de coronavírus.

"Sabemos que isso será gradual e teremos muito cuidado", disse à imprensa o monsenhor Salvador González, bispo auxiliar da arquidiocese do México.

González falou à imprensa na Catedral Metropolitana da Cidade do México antes da habitual missa de meio-dia, na qual cerca de 30 pessoas se reuniram.

A Igreja explicou que neste complexo, localizado no coração da capital mexicana, várias missas eram realizadas durante o dia, algumas delas reunindo até 500 pessoas. Devido à pandemia, agora apenas 100 pessoas no máximo poderão comparecer.

As igrejas estão fechadas na capital desde 23 de março para evitar contágio. Outras cidades como Guadalajara, no estado ocidental de Jalisco, já haviam aberto em junho com medidas de segurança.

Por ordem do governo da Cidade do México, as igrejas agora só podem celebrar missas, mas não realizar batismos ou casamentos, e os templos que estão em bairros com luz vermelha - o que implica um grande número de contágios - devem permanecer fechados.

O México foi duramente atingido pela pandemia de coronavírus e até agora registrou 385.036 casos confirmados da doença e 43.374 mortes.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.