Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Visitantes passeiam pelo parque Yosemite em 28 de agosto de 2013

(afp_tickers)

Um incêndio queimou, desde sábado, mais de 1.230 hectares no Parque Nacional Yosemite, um dos locais mais visitados dos Estados Unidos, informou nesta terça-feira uma fonte oficial à AFP.

Os bombeiros conseguiram conter 19% do perímetro do fogo, que atinge a região conhecida como El Portal, onde um setor teve que ser fechado, explicou Ashley Mayer, porta-voz do parque localizado na Califórnia (oeste).

As chamas também causaram o fechamento de dois acampamentos na mesma região, mas não impediram que Yosemite abrisse as portas nesta terça.

As autoridades decidiram, por outro lado, esvaziar às 09h00 locais (13h00 de Brasília) um total de 45 residências da pequena cidade de Foresta, situada perto da entrada de El Portal, depois que o fogo destruiu uma casa.

Mayer explicou que o incêndio queima "uma pequena parte do parque" e garantiu que o ar continua sendo "de boa qualidade".

Yosemite, que recebe anualmente milhões de visitantes, foi arrasado no ano passado por um incêndio que destruiu mais de 100 mil hectares, apesar dos esforços de mais de 5.000 bombeiros e do uso de 20 helicópteros.

O chamado "Rim Fire", o terceiro maior da história da Califórnia, arrasou uma área mais de cinco vezes maior que a capital americana, Washington, mas não causou mortes.

AFP