Navigation

Irán anuncia lançamento de novo satélite científico

Órbita da Terra coberta por vários satélites afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. fevereiro 2020 - 18:37
(AFP)

O Irã pretende lançar "dentro de poucos dias" um novo satélite de observação científica, chamado Zafar ("Vitória"), informou neste sábado o chefe da agência espacial iraniana.

"A fabricação de Zafar começou há três anos com a participação de 80 cientistas iranianos", disse Mortéza Bérari, sem especificar a data exata do lançamento.

O aparelho, que pesa 113 kg e é capaz de dar 15 voltas completas por dia na Terra, ficará em órbita a 530 km de altitude e será levado ao espaço pelo foguete Simorgh, disse Bérari, acrescentando que o equipamento foi projetado para funcionar "por mais de 18 meses".

Sua "principal missão será coletar imagens", informou o funcionário, que destacou as necessidades do Irã na área, em particular para estudar e prevenir terremotos, "prevenir desastres naturais" e desenvolver sua agricultura.

"Esta é uma nova etapa para o nosso país", acrescentou Bérari, que lembrou que no passado o Irã conseguiu lançar um satélite em órbita a 250 km da Terra.

Em janeiro de 2019, Teerã anunciou o fracasso na tentativa de lançamento do satélite Payam ("Mensagem"), destinado, segundo a versão oficial, a obter imagens sobre as mudanças climáticas no Irã.

A Agência Espacial Iraniana pretende concluir a construção de "cinco outros satélites" até o final de março de 2021.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.