Navigation

Jihadistas controlam principais campos de petróleo no leste da Síria

Imagem divulgada pela página jihadista Welayat Raqa em 30 de junho de 2014 mostra integrantes do EI na cidade de Raqa, na Síria. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 04. julho 2014 - 11:37
(AFP)

Os jihadistas do Estado Islâmico (EI) assumiram o controle dos principais campos de petróleo e de gás da província de Deir Ezor, leste da Síria, na fronteira com o Iraque, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

O EI, que anunciou no início da semana a criação de um "califado" nos territórios contíguos conquistados na Síria e Iraque, "assumiu o controle do campo de petróleo de Al-Tanak na zona desértica de Al Shuaitat, leste da província de Deir Ezor", anunciou o OSDH.

Al-Tanak era o último dos grandes campos desta província petroleira que não estava sob controle do EI, mas os jihadistas assumiram o comando do local após a retirada dos combatentes rebeldes rivais, incluindo integrantes da Frente Al-Nosra, o braço iraquiano da Al-Qaeda.

Apenas um campo de petróleo, que funciona com a capacidade mínima, não está sob controle do grupo jihadista.

"Al Ward está controlado por uma tribo e produz apenas 200 barris diários (bd), o que não significa nada", explicou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.