Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A CNN declarou que Skiba havia sido detido pelas forças da autoproclamada República Popular de Donetsk, uma região separatista no leste da Ucrânia na qual os rebeldes pró-russos enfrentam as forças ucranianas.

(afp_tickers)

Um jornalista freelance ucraniano detido por separatistas pró-russos quando trabalhava para a CNN foi libertado, anunciou a rede americana neste sábado.

A CNN informou que o produtor de notícias Anton Skiba, que havia sido capturado na terça-feira por homens armados ao sair de um hotel na cidade de Donetsk, controlada pelos rebeldes, havia telefonado para dizer que estava livre e que está bem.

A rede declarou que Skiba havia sido detido pelas forças da autoproclamada República Popular de Donetsk, uma região separatista no leste da Ucrânia na qual os rebeldes pró-russos enfrentam as forças ucranianas.

Os confrontos prosseguiam ali neste sábado, com fortes explosões em um subúrbio da cidade. O governo de Kiev e seus aliados ocidentais acusam a Rússia de armar as forças separatistas.

A rede americana havia explicado na quinta-feira que não havia comunicado o fato em um primeiro momento à espera de obter a libertação do repórter, mas com o fracasso de seus esforços a CNN decidiu anunciar publicamente a captura de Anton Skiba e solicitar oficialmente sua libertação.

O departamento americano de Estado havia condenado o sequestro e exigido a libertação imediata do jornalista.

AFP