Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais durante protesto contra o presidente Nicolás Maduro, em Caracas, em 19 de junho de 2017

(afp_tickers)

Um jovem de 17 anos morreu vítima de "um disparo", e outras seis pessoas foram feridas a tiro nesta segunda-feira (19), durante um protesto opositor em Caracas, elevando para 74 o número de mortos em dois meses e meio de manifestações - informaram as autoridades.

No Twitter, a Procuradoria disse que investiga a morte do rapaz, que "recebeu disparos durante a manifestação em Altamira".

O prefeito do município de Chacao, Ramón Muchacho, assegurou que o adolescente, identificado como Fabián Urbina, levou o tiro no peito e confirmou à AFP que outras seis pessoas foram atingidas por impactos de bala.

"São seis feridos por bala, mais o jovem que morreu. Condenamos a violência, em especial o uso das armas de fogo para reprimir os cidadãos que exercem o direito constitucional de se manifestar pacificamente", indicou o funcionário.

Um vídeo da AFP mostra um militar disparando o que parece ser uma arma de fogo durante a manifestação. No protesto, milhares de opositores tentaram marchar até a sede do Poder Eleitoral, no centro de Caracas, mas foram dispersados pelos corpos de segurança com bombas de gás lacrimogêneo, jatos d'água e tiros de bala de borracha.

AFP