Navigation

López Obrador critica comparação de mortos por COVID-19 entre México e Europa

O presidente do México, López Obrador, em coletiva nacional na Cidade do México, em 29 de junho de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 05. julho 2020 - 23:58
(AFP)

O presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador reclamou neste domingo que os números de mortes por COVID-19 no México sejam comparados com os de países europeus depois que esta nação latino-americana superou a França e a Espanha entre as mais afetadas pela pandemia.

No sábado, o México teve 30.366 mortes pelo novo coronavírus, superando a França e se tornando, assim, o quinto país com mais mortes no mundo.

Na quarta-feira, o México já havia passado a Espanha.

"A população da Espanha e da França é menor do que a do México (...). Para cada um que morreu em nosso país, três morreram na Espanha. Isso não podemos comparar", disse López em uma mensagem no YouTube.

O esquerdista criticou a mídia que destacou essa notícia, que descreveu como "conservadora".

O México, com 127 milhões de habitantes, também é o terceiro país com mais mortes no continente americano, transformado em epicentro da pandemia. O país só se encontra atrás dos Estados Unidos e do Brasil.

A Espanha tem uma população de cerca de 47 habitantes e a França de 67 milhões.

Neste domingo, de acordo com o relatório mais recente do Ministério da Saúde, o México registrou 30.639 mortes e 256.848 infecções.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.