Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um monólito com ornamentos teotihuacanos, do período clássico, descoberto na região mexicana de Aguascalientes, é visto em 9 de julho de 2014

(afp_tickers)

Um monólito com ornamentos teotihuacanos, do período clássico, foi descoberto na região mexicana de Aguascalientes (norte) graças a uma tentativa de roubo, informou nesta quarta-feira o Instituto Nacional de Antropologia e História.

"Infelizmente, foi graças à delinquência que descobrimos esta situação, foi um acaso", disse em coletiva de imprensa Ana Pelz Marín, arqueóloga do Instituto Nacional de Antropologia e História.

O monólito que data do período clássico - do ano 200 ao 900 - está gravado em uma pedra vermelha de 1,50 metro de largura por 1,55 metro de altura por 2,10 metros de profundidade, que pesa cerca de dez toneladas, explicou a especialista.

A peça foi encontrada por um turista sobre uma famosa queda d'água, a Cascada los Huenchos, no município de Calvillo. Ele se deu conta de que os saqueadores já tinham começado a fazer cortes com uma equipe especial para retirar o monólito que tem uma gravura pétrea. "É um masculino que apresenta ornamentos com a época de Teotihuacán", disse a arqueóloga.

O turista avisou as autoridades, que já iniciram uma complexa operação para extrair totalmente a pedra com um helicóptero especial.

AFP